Celulite Inguinal Como Manifestação de Infeção Tardia por Streptococcus do Grupo B

  • Joana Ferreira Serviço de Pediatria, Hospital Senhora da Oliveira, Guimarães, Portugal
  • Marta Alves Serviço de Pediatria, Hospital Senhora da Oliveira, Guimarães, Portugal
  • Marta Santalha Serviço de Pediatria, Hospital Senhora da Oliveira, Guimarães, Portugal
  • Cristina Ferreira Serviço de Pediatria, Hospital Senhora da Oliveira, Guimarães, Portugal

Abstract

O Streptococcus do grupo B é considerado um dos principais agentes de infeção perinatal, tanto precoce como tardia, e pode ser responsável por um amplo espetro de doença sistémica ou localizada. Apresenta-se o caso clínico de uma lactente com 4 semanas de idade, previamente saudável, com celulite de localização inguinal associada a bacteriemia por Streptococcus do grupo B e discutem-se a apresentação clínica, as alterações nos exames complementares de diagnóstico e a evolução desta entidade clínica, com base numa revisão da literatura. O caso apresentado destaca a celulite como uma forma de apresentação rara de infeção tardia por Streptococcus do grupo B, demonstrando que pode ser o único marcador de doença invasiva em crianças saudáveis.
Published
2018-01-22
Section
Case reports