Atitudes e Comportamentos Sexuais na Adolescência: Um Estudo Pioneiro em Portugal no Âmbito do Ensino Privado

  • Luisa Pinto Faculdade de Medicina de Lisboa
  • Marta Reis
Palavras-chave: Adolescente, Assunção de Riscos, Comportamento do Adolescente, Comportamento Sexual, Educação Sexual, Estudantes, Inquéritos e Questionários, Portugal, Sexo sem Proteção

Resumo

Introdução: A vivência da sexualidade na adolescência está frequentemente associada ao início da atividade sexual, condicionando elevadas taxas de gravidez, de infeções sexualmente transmissíveis e de consequências psicológicas nefastas, com implicações pessoais, familiares e sociais marcantes. Esta é uma questão prioritária no âmbito da saúde pública. Este trabalho pretendeu avaliar atitudes e comportamentos sexuais de adolescentes de um colégio privado de Lisboa, comparando diferenças de género nessas atitudes e comportamentos.

Métodos: Aplicou-se um questionário a 385 jovens, entre os 14 e os 19 anos, a frequentarem do 9º ao 12º ano de escolaridade.

Resultados: Referiram ter iniciado vida sexual 27%, em média aos 15,5 anos. A moda do número de parceiros foi de um. Na primeira relação sexual, 95,5% utilizaram contraceção, principalmente o preservativo (91,8%) e na última relação sexual 96% utilizaram contraceção (preservativo 80%, método hormonal 59%). Referiram ter tido relações sexuais sob efeito de álcool ou drogas 9%. Verificou-se um início mais precoce da vida sexual e maior número de relações sexuais ocasionais nos rapazes.
Também nas atitudes se verificaram diferenças, com as raparigas evidenciando maior preocupação contracetiva e os rapazes mostrando atitudes de maior permissividade, valorização do sexo e instrumentalização do parceiro.

Discussão: Este estudo reforça a necessidade de uma educação sexual tendo presente as diferenças de género, com vista a uma vivência mais igualitária, mais responsável e mais gratificante da sexualidade.

Biografia do Autor

Luisa Pinto, Faculdade de Medicina de Lisboa

Licenciatura em Medicina pela FML

Especialista em Obstetrícia e ginecologia

Grau de consultora em Ginec /Obstetrícia

Responsavel pela Consulta de Alto Risco de Obstetricia do Departamento de Obstetricia, Ginecologia e Medicina da Reprodução do Hosp de Santa Maria

Assistente da cadeira de Obstetricia e Ginecologia da Fac Medicina de Lisboa

Mestrado em Saúde do adolescente pela FML

Publicado
2017-10-02
Secção
Artigos Originais